• Matheus P. Oliveira

Quase Famosos


Fonte: Imagens Vales Independentes

Conhecido pelo filme "Jerry Maguire"(1996), Cameron Crowe, com sua inspiração musical e experiência de vida, escreveu e dirigiu o exuberante Quase Famosos, vencedor do Óscar de Melhor Roteiro Original.

A estória conta a trajetória de William Miller (Patrick Fugit), um fã de rock que consegue um trabalho na revista Rolling Stone. William acaba por acompanhar a banda Stillwater em sua primeira excursão pelos EUA. Porém, os laços entre ele e a banda ficam cada vez mais fortes, fazendo-o perder o foco no trabalho e se tornando cada vez mais um membro do cenário rock dos anos 70.

O roteiro de "Quase Famosos" foi baseado nas memórias de Cameron Crowe quando escrevia para a revista Rolling Stone, aos 15 anos de idade, e acompanhou parte da turnê da banda Led Zeppelin. Não só a estória à grosso modo foi baseada em suas memórias, como alguns personagens também foram inspirados em pessoas de seu convívio. Por exemplo, Elaine Miller (Frances McDormand) e Anita Miller (Zooey Deschannel), foram inspiradas na mãe e na irmã de Cameron, cuja as duas na vida real também não se toleravam. A angelical Penny Lane (Kate Hudson), que é uma espécie de groupie da banda, foi baseada em duas mulheres que Crowe conheceu nos anos 70. Com os Stillwater não foi diferente, a partir de memórias do próprio diretor e a mescla de várias bandas (incluindo Led Zeppelin e Lynyrd Skynyrd), ele criou o grupo para o filme.

O longa é belo do início ao fim, da divertida música de "Alvin e os Esquilos" ao caprichado plano panorâmico do ônibus indo estrada afora, com um pôr-do-sol como fundo. Muitos detalhes desse filme são fortes por serem autênticos. Poucos filmes do tipo setentista transmitem o que "Quase Famosos" transmite. William se entrosa com os componentes da banda por perceber, com muita atenção, as suas personalidades, suas complexidades e suas frustrações, e isso é desenvolvido de forma competente.

A transição do William criança para o William adolescente é um das coisas mais legais do filme. Anita é uma peça fundamental para a estória, pois serve como uma espécie de mentor, passando o rock para seu irmão como se fosse uma formação pessoal, algo que é necessário para sua personalidade.

Fonte: Imagem Rossetter

Quando William vai para o quarto, encontra uma bolsa repleta de LP's. Fuçando tudo, ele acha o álbum Tommy da banda "The Who". Dentro dele, há um bilhete escrito por Anita, dizendo: "ouça Tommy com uma vela acesa e você verá todo seu futuro". Há toda uma mística nessa cena. Para o William criança, o rock será um divisor de águas na sua vida, marcando-o para sempre. Depois de ouvir o álbum, ele se tornará um iniciado.

Quase famosos é "quase" um épico, recheado de momentos marcantes e emocionantes, personagens que nos deixam pensativos sobre o mundo da fama. A história de cada um nos entrosa e nos deixa com um gosto de quero mais. A relação entre Penny Lane e William é incrível e repleta de uma química indescritível - é notável o amor que ele sente por ela. Os olhares e seus desvios em diversos momentos, captados por close-ups.

Apresentando uma trilha sonora marcante e uma fotografia setentista, Cameron Crowe marcou o início da Sétima Arte no século 21, introduzindo-a com estilo. Com certeza ele se orgulha de ter feito Quase Famosos, um dos melhores filmes do ano 2000, se não o melhor.

NOME ORIGINAL: ALMOST FAMOUS

DIRETOR & ROTEIRISTA: CAMERON CROWE ANO DE LANÇAMENTO: 2000

#Filmes