• Matheus P. Oliveira

Dica do Dia | Bronson (2008)


Dirigido pelo excêntrico Nicolas Winding Refn, Bronson é a biografia estilizada e nada convencional de Michael Peterson, um homem que foi sentenciado a 7 anos de prisão, mas acabou cumprindo longos 37 anos. Em grande parte desse período, Peterson viveu na cela solitária, e foi, consequentemente, desenvolvendo um atípico e violento alter ego cujo nome é Charles Bronson (em homenagem ao ator do filme Desejo de Matar).

Extravagante e, diversas vezes cômico, Nicolas Refn emprega estilo e classe ao seu filme, e as mistura a uma estética violenta, com uma precisão quase cirúrgica (lembra, inclusive, o estilo de Stanley Kubrick). E, como a cereja do bolo, temos Tom Hardy, cuja performance rouba todas as cenas. Seu personagem oscila entre o caricato e o brutal (sendo difícil, às vezes, discerni-los). Aliás, as inúmeras atitudes imprevisíveis de Peterson o tornam extremamente intimidador. 

Não é fácil encontrar obras como essa, e se tratando da peculiar direção de Refn (Pusher, Drive e Só Deus Perdoa), esta afirmação ganha peso. E aos que gostam de um filme-biografia que se distancia do habitual, gostarão de Bronson.

Bronson (Bronson - Reino Unido, 2008) Direção: Nicolas Winding Refn. Roteiro: Brock Norman Brock & Nicolas Winding Refn. Elenco: Tom Hardy, Kelly Adams & Luing Andrews. Duração: 92 minutos.

#NicolasWindingRefn #Bronson