• Matheus P. Oliveira

Dica do Dia | Um Inverno de Sangue em Veneza (1973)


Pode-se dizer que os diretores de fotografia desempenharam um papel importante no cinema nos anos 70, e um deles (talvez o mais inventivo) foi o britânico Nicolas Roeg. Já tendo começado a carreira como cineasta com o ousado Performance (que, segundo o diretor e crítico Mark Cousins, "é tão radical na forma e no sentido quanto O Poderoso Chefão era conservador"), Roeg revelou o motivo de sua chegada: quebrar as convenções cinematográficas. Dito isso, Um Inverno de Sangue em Veneza, sua obra-prima e um dos mais engenhosos filmes de terror da década de 70, reúne todos os atributos para uma significativa inovação. Indo à história do filme, temos Laura (Christie) e John Baxter (Sutherland), um casal que se mudou para Veneza com o intuito de começar uma nova vida, após a trágica morte da filha. Só que as coisas mudam quando eles conhecem duas idosas um tanto esquisitas; e uma delas, inclusive, revela ter poderes mediúnicos após entrar em contato com o espírito da filha de Laura e John. Curiosamente, esta sinopse, como apenas uma superfície de algo maior, é justamente um dos pontos cruciais desse filme: permite a abordagem da psicologia por trás do ato de lidar com o luto. Além disso, o detalhe que mais chama atenção em Um Inverno de Sangue em Veneza é a sua edição, que alterna entre flashbacks e flashforwards, criando assim uma certa desarmonia entre o passado, presente e futuro - igual à mente humana (e à de John Baxter também). Proposital, apesar de tudo, mas ainda assim útil, pois reforça a radicalidade estilística de Nicolas Roeg.

Um Inverno de Sangue em Veneza (Don't Look Now - Reino Unido, Itália, 1973). Direção: Nicolas Roeg. Roteiro: Allan Scott, Chris Bryant e Daphne du Maurier. Elenco: Julie Christie, Donald Sutherland, Hilary Mason, Clelia Matania, Massimo Serato, Renato Scarpa, Leopoldo Trieste, Giorgio Trestini, David Tree, Ann Rye, Nicholas Salter, Sharon Williams, Bruno Cattaneo e Adelina Poerio. Duração: 110 minutos.

#DontLookNow #DonaldSutherland #JulieChristie #NicolasRoeg