• Matheus P. Oliveira

Dica do Dia | Milk - A Voz da Igualdade (2008)


Dentre os diversos nomes e termos que remetem aos turbulentos anos 70 dos Estados Unidos, tem-se um nome, não tão comentado quanto "Vietnã" ou "Watergate": Harvey Bernard Milk ou, simplesmente, Harvey Milk.

Ele, cujo sobrenome possui grande peso no cenário político e histórico dos Estados Unidos, foi o primeiro homem abertamente gay a ser eleito a um cargo público na Califórnia, como Supervisor da cidade de São Francisco. Dito isso, Milk - A Voz da Igualdade, escrito por Dustin Lance Black e dirigido por Gus Van Sant, imprime fiel e genuinamente o bravo e carismático homem que foi Harvey Milk (características que são reforçadas, aliás, graças a magistral atuação de Sean Penn), e registra, sobretudo, o ritmo e o calor da época setentista (a agitação das ruas, o ativismo e o fervor dos palanques). E, como de costume, Van Sant retoma a temática que diz respeito à sua sexualidade.

Além disso, o longa, com seus variados estilos de direção, traduz (novamente...) os energéticos anos 70: filmagens no estilo documental para denotar violência e tumulto; alguns planos aéreos, que servem para comparar com as reais filmagens; e planos em "still" (comparem, por exemplo, esta abordagem com a de Cidade de Deus).

OBS: Sean Penn é sensacional!

Milk - A Voz da Igualdade (Milk - EUA, 2008). Direção: Gus Van Sant. Roteiro: Dustin Lance Black. Elenco: Sean Penn, Emile Hirsch, James Franco, Josh Brolin, Diego Luna, Alison Pill, Victor Garber, Denis O'Hare, Joseph Cross, Stephen Spinella, Boyd Holbrook, Lucas Grabeel e Dave Franco. Duração: 128 minutos.