• Matheus P. Oliveira

Dica do Dia | Submersão (2018)


Não parece ter sido à toa que Win Wenders escolhera James McAvoy para interpretar James em seu novo filme. Afinal, sua história de caráter trágico possui muitas semelhanças com a de Desejo e Reparação e, consequentemente, com a atuação do personagem deste. Submersão é o 38° longa de Wenders, e nele, ainda é possível notar a sua plena habilidade e seu total controle técnico. Dito isso, o filme conta a história de Danielle (Vikander), uma exploradora do oceano que descobre um novo desafio no Ártico, e James (McAvoy), um empreiteiro acusado de ser um espião, interrogado constantemente por jihadistas africanos. Como podem ver, nota-se claramente o semelhante esqueleto narrativo de Desejo e Reparação. Nesse tipo de história, nós espectadores, precisamos confiar apenas no elo do casal, devido a sua distância. E este elemento, evidentemente, é o próprio peso narrativo, pois jamais veremos Danielle e James juntos por muito tempo. A direção de Wenders é formalista, controlado e, às vezes, poética; e quanto a direção dos atores, o mesmo pode ser dito. Aliás, o título Submersão, não se refere apenas ao trabalho de Danielle, mas aos segredos de cada um dos personagens; assim, o mistério no fundo do mar é o mistério contido na alma humana.

Submersão (Submergence - EUA, França, Espanha, 2017). Direção: Win Wenders. Roteiro: Erin Dignam. Elenco: Alicia Vikander, James McAvoy, Alexander Siddig, Audrey Quoturi, Celyn Jones, Godehard Giese, Harvey Friedman, Jess Liaudin, Matthew Gallagher e Reda Kateb. Duração: 112 minutos.