• Matheus P. Oliveira

Aos 81 anos, Robert Redford anuncia aposentadoria como ator


Butch Cassidy, Todos os Homens do Presidente, Golpe de Mestre e Três Dias em Condor, todos estas obras, clássicas pela qualidade, remetem a um único nome, a um astro, cujo auge perdurou pelos anos 70 e prosseguiu, não com menos brilho e holofotes, pelas décadas seguintes: Robert Redford é ele, um astro, um galã, que não só nos deixou como legado uma brilhante carreira na atuação, como também cravou, em solo hollywoodiano, uma notável carreira como cineasta.

Só que hoje (6), para a infelicidade de muitos cinéfilos, Robert Redford anunciou sua aposentadoria na atuação, que se iniciará após o término das filmagens de The Old Man & The Gun, seu último longa como ator. Segundo as próprias palavras de Redford, que foram concedidas através de uma entrevista à revista 'Entertainment Weekly', o ator anunciou a aposentadoria da seguinte maneira: "Nunca diga nunca, mas cheguei à conclusão de que basta para mim em termos de atuação, e vou seguir para a aposentadoria depois disso [o filme], porque faço isso desde os 21 anos, é o bastante."

Responsável por ter dirigido oito longas, fundou também o festival que viria a ser o caça talentos de diretores prodigiosos, o Festival Sundance de Cinema e o Sundance Institute.

Robert Redford foi homenageado em 2002, com um óscar honorário, pelo conjunto da obra.