• Matheus Oliveira

Diário de Quarentena #04 | Francis Coppola e seu primeiro filme

Dementia 13 (1963)


Primeiro filme de Francis Ford Coppola e o seu único "slasher", este Dementia 13 é seu primeiro (e sufocado) exercício de estilo, que começa inserido num estilo e numa atmosfera que lembra Bellocchio (curioso, pois este nem havia dirigido o seu debut ainda, De Punhos Cerrados) e termina que nem os slashers oitentistas: espalhafatoso e indiferente com a escatologia. Mas ele não é isto, nem aquilo, e tampouco algo significativo; apenas, um vislumbre da ambição arthouse de Coppola nos anos seguintes, uma razoável estreia na direção. O roteiro, escrito por Jack Hill e por quem dirige, é bem óbvio e faz parecer que o filme é um novelão de quinta - sentimentos melosos, solilóquios expositivos, diálogos insinuantes para instigar ambiguidade, e flashbacks chatos. Não progredindo com facilidade, o filme se utiliza até mesmo de jogadas de câmera expositivas para avançar o mistério da trama (um ator, por ex., é posicionado num ângulo que o faz ficar longe dos outros mas perto do espectador, para que sejamos os únicos a saber que ele é sujo); cria-se com isto uma aura ambígua e gótica acerca dos personagens que remetem, inclusive, ao cinema de Hitchcock - mais especificamente, a Psicose (a morte prematura de uma personagem que parecia ser a protagonista, o final à la Norman Bates). Eis, aliás, uma definição sucinta para Dementia 13: uma versão reprimida e nada formalista de Psicose.


Nos vemos amanhã ;)





Sobre o autor:

Matheus P. Oliveira, 6 de Agosto de 1998, co-fundador e editor do Fala Objetiva. Estuda Jornalismo e Cinema - este último de forma autodidata. Ainda sonha em conhecer por completo o rico universo que o Cinema possui. Atualmente tem como inspirações os críticos Roger Ebert e Pauline Kael e, de forma árdua, tenta unificar ao máximo todas as outras artes em sua mais que amada arte: o Cinema. Quanto ao futuro - não muito distante -, ele pretende dirigir e escrever alguns filmes.


Twitter: mathp_oliveira

Instagram: mathp_oliveira